Kulminator vai fechar?

O Kulminator vai fechar?

Sobre os boatos do fechamento do Kulminator.

Antes de responder à pergunta sobre o Kulminator, vou falar um pouco sobre a cidade onde fica localizado o pub que já foi considerado o melhor do mundo.

A cidade de Antuérpia é uma joia encravada na região de Flanders no norte da Bélgica.

Considerada também uma das cidades mais importantes e ricas do país.

Possui um dos portos mais importantes e maiores do mundo, e é conhecida por ser a capital mundial dos diamantes.

Possui uma arquitetura elegante com prédios que contornam o Grote Markt, revelando uma imponente cidade, propensa ao comércio e o dinamismo burguês.

Antuérpia: A origem do nome da cidade

O seu nome, em língua flamenga Antwerpen, deriva de hand werpen “arremesso de mão”.

De acordo com o folclore, e como é celebrada pela estátua em frente ao palácio municipal, a cidade tem o nome de uma lenda envolvendo um mítico gigante chamado Antigoon que morava perto do rio Escalda.

Ele cobrava uma taxa das pessoas que precisavam atravessar o rio, e dos que se recusassem a pagar, o gigante cortava uma de suas mãos e atirava no rio Escalda.

Eventualmente, o gigante foi morto por um jovem herói legionário romano chamado Silvio Brabo, que cortou a própria mão do gigante e atirou-a ao rio.

Não é à toa que a imagem da mão faz parte do quotidiano de Antuérpia, aparecendo em escudos pela cidade, também símbolo da maior cervejaria da cidade, a De Koninck, e amplamente vendido como souvenir nas diversas lojas no entorno do Grote Markt.

Café de Kulminator

Mas vamos ao que interessa, o famoso Café De Kulminator.

Aberto em 1974 pelo casal Dirk e Leen Van Dyck, foi considerado pelo site especializado Ratebeer.com como o “The Best Beer Pub in the World”.

E realmente o lugar é ímpar em vários aspectos.

Olhando de fora não impressiona, e não se faz jus a sua fama.

Entrando a primeira impressão é de um lugar bem pequeno e bagunçado.

Entre caixas e garrafas, quase que “abandonadas” nas mesas, jogos de tabuleiros antigos empilhados nas prateleiras, balcões e alguns gatos que percorrem o local.

Interior do kulminator
Interior do Kulminator

A música é soft, os barulhos de conversas quase inexistentes.

A recepção fica por conta dos proprietários, que já possuem idade um pouco avançada, e te acolhem com simpatia, com aquele ar de surpresa como se alguém tivesse entrado na sala da casa deles.

Kulminator: Um dos pubs mais importantes do mundo

Mas por que o De Kulminator é um dos mais importantes e procurados pubs do mundo?

A resposta está no menu de cervejas!

Folhar as páginas do menu do Kulminator é como voltar no tempo.

É como abrir um baú que estava naufragado e encontrar um tesouro de piratas.

Menu do Kulminator
Menu do Kulminator

São cervejas vintages, safras antigas de cervejarias conhecidas e desconhecidas, cervejas raras e antigas que talvez nunca tenham sido comercializadas.

Já perdi a conta de quantas vezes fui ao Kulminator e vi Safras antigas de cervejarias já extintas há décadas emergirem das mãos do Dirk, a cada vez que ele voltava da sua adega subterrânea.

São mais de 800 rótulos, em um menu que mais parece uma Bíblia, tanto pelo tamanho quanto pela importância e idade.

São cervejas que tem mais de 10, 20, 30 e até mesmo 40 anos de idade.

Algumas das cervejas só é possível pedir em grupos para degustações em sequência de anos

Exemplo: você somente poderá pedir uma Chimay 1981 caso pedir também todas as safras das décadas de 1980 a 1990.

Chimay 1981 degustada no Kulminator
Chimay 1981

Mas a grande maioria das cervejas antigas do Kulminator estão disponíveis degustação separadamente.

E acreditem, por preços ridiculamente baixos pela raridade e idade das cervejas.

Mas, tem um porém: não é permitido levar garrafas cheias embora, todas as garrafas do menu do Kulminator devem ser abertas e bebidas no local.

Não é à toa que todas as cervejas são abertas pela Leen na mesa do cliente, sempre com o copo próprio da cerveja, mesmo aquelas mais antigas, raras ou extintas.

Horário de funcionamento do Kulminator:

Um dos poucos “defeitos” do Kulminator sempre foram os horários de funcionamento, hoje os horários são:

Segunda-feira – 20:00 as 23:30

Terça a Sábado – 16:00 as 23:30

Domingo – Fechado

Na realidade são horários normais para um pub na Europa.

Mas o problema está nos fechamentos repentinos!

Não é difícil você ir até o Kulminator em um dia da semana normal e encontrar o local fechado sem nenhuma placa ou aviso dizendo o motivo, e até quando ficará fechado.

A maioria desses fechamentos repentinos são devido à saúde do casal, que como já falei, possuem idade avançada.

O Kulminator vai fechar?

Há cerca de 3 ou 4 anos vem se espalhando um comentário sobre um aviso colocado nas paredes do pub, pessoas (principalmente brasileiros) dizendo que em janeiro de 2020 o Kulminator vai encerrar as atividades.

E aqui no Brasil começaram os boatos dos motivos:

  • A idade avançada dos proprietários que dão mais condições de manter o local aberto
  • Eles não terem filhos, ou os filhos não estarem interessados em assumir o local
  • Que a cervejas antigas estavam se exaurindo
  • Etc….

Quando na realidade o Kulminator NÃO VAI FECHAR!

O que vai acontecer a partir de 22/01/2020 é que os horários de abertura vão mudar, eis o que está escrito no aviso:

“No início de 2020 o Kulminator estará fechado até o dia 21/01/2020”

“A reabertura do pub será no dia 22/01/2020 com novos horários das 11:00 as 18:00”

Placa do novo horario do kulminator
Aviso do novo horário

Então aos apaixonados por cervejas que nunca foram ao pub ou que desejam voltar, fiquem tranquilos: o Kulminator NÃO VAI FECHAR, e quem me garantiu isso foi o próprio Dirk na minha última visita em Antuérpia, no início de 2019.

Dirk e Doug merlo no pub de antuerpia
Dirk e Douglas Merlo

O que você pode degustar no Kulminator?

Algumas raridades que você pode encontrar no Kulminator:

Rodenbach Vin du Céréale – Conhecida como a Flemish Barleywine, percursora das atuais Vintage da Rodenbach. Foram lançadas em 2007 com pouquíssimas unidades em garrafas numeradas. É um monoblend de alta densidade da dorna número 134 envelhecida por 3 anos.

Abbaye Warneton Dubbel safra 1977 – Hoje produzida pela Brouwerij Strubbe, mas na década de 70 era produzida pela Brasserie La Poste. Ainda restam poucas unidades da original no Kulminator, se vocês tiverem sorte a tampa enferrujada não irá se quebrar no momento em que a Leen abrir a garrafa na mesa (eu não tive essa sorte).

Gale’s Prize Old Ale safra 1982 – Um diamante escondido na adega do Kulminator, entre as poucas cervejas antigas inglesas que se encontram no pub. A Gale’s é um exemplo clássico das antigas Old Ales quando elas ainda era levemente acidas em decorrência da passagem em dornas para maturação. Quem quer saber como eram as verdadeiras Old Ale’s inglesas de uma época remota, peçam essa cerveja.

Trippel Cardinal safra 1982 – Rotulo já extinto há mais de uma década, era a antiga Tripel da Brouwerij Het Anker. Hoje mais conhecida como Gouden Carolus Tripel.

Triple Toison d’Or safra 1985 – Tripel ainda em produção pela Brouwerij Het Anker mas está desaparecendo das prateleiras, substituída pela Gouden Carolus Tripel. A safra de 1985 foi da época de esplendor desse rotulo.

Brouwerij Lindemans Framboise safra 1987 – As melhores cervejas para envelhecimento são aquelas derivadas de Lambic, essa Framboise Lindemans depois de mais de 30 anos de garrafa se tornou suave com uma diminuição drástica da acidez.

Brouwerij Lindemans Kriek Magnum 1.5lt safra 1974 – A safra mais antiga que tomei no Kulminator. Infelizmente não posso dizer para vocês experimentarem, eu comprei a última garrafa!

Brouwerij Lindemans Kriek Magnum 1.5lt safra 1974

Autor do post:
Douglas Merlo
Sommelier de Cervejas
Mixologista
BJCP Certified

Veja como foi a Bélgica 2020

2 Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *